Mulher chama a polícia e é flagrada agredindo homem

Mulher chama a polícia e é flagrada agredindo homem


A polícia foi chamada a comparecer ao comércio “Villa Bar”, situado na Rua Tancredo Alves Pedrosa, no centro de Itatiaiuçu, onde uma mulher, identificada pelas iniciais M.P.D., de 24 anos, denunciou um homem por agressão. Segundo ela, estava no bar bebendo com um amigo, quando este foi chamado por E.A.R.O., de 27 anos. Teria dito Endrew: “Larga essas putinhas e vem pra cá”, ao amigo da possível vítima, que, então, foi tirar satisfação e teria sido agredida. Porém, ao conferir as imagens de uma câmera do local, constataram os militares que, na verdade, Marina é que teria agredido Endrew, segurando-o pelo colarinho e avançado contra ele. Na tentativa de escapar, Endrew empurrou Marina, que caiu ao solo.

Como a situação mais parecia de bebedeira e Endrew não quis representar queixa contra a agressora, eles foram apenas orientados e a mulher advertida. O fato foi registrado no dia 2, sexta-feira. Porém depois a mesma denunciante compareceu ao quartel da PM para fazer outra denúncia. Conforme ela, após sair do bar, teria sido agredida por duas mulheres, que ela nominou como sendo Melissa e Júlia. Disse a denunciante que se dirigia para o seu carro, acompanhada do amigo Gabriel, quando foi surpreendida por Melissa, que lhe agarrou pelo cabelo, dando-lhe socos na cabeça e no nariz e uma mordida no rosto.

Em seguida, disse a denunciante, a agressora Júlia segurou seus braços e lhe pressionou contra a parede. As agressões só pararam, conforme Marina, devido à intervenção de terceiros, que testemunharam o ocorrido. Por esses motivos, ela representou queixa contra as denunciadas. O fato foi registrado e encaminhado para as apurações devidas.