LIRAA DE JANEIRO - Zoonoses identifica 34 focos da dengue

LIRAA DE JANEIRO - Zoonoses identifica  34 focos da dengue
Fiocruz / Raul Santana


De acordo com o último Levantamento Rápido de Índice para Aedes aegypti - LIRAa, realizado pela Unidade de Zoonoses do município em janeiro, Itatiaiuçu está com índice de 9,5% de infestação por focos do mosquito Aedes aegypti. Segundo as informações do setor, foram verificados 317 imóveis. Ao contrário do que aconteceu no último levantamento, realizado no final de 2022, que identificou 0% de índice de infestação, o município está em alerta, o que é característico do período chuvoso. Foram encontrados 34 focos, sendo 29 em imóveis/residências e um em terreno baldio.

Em 2022, o município registrou 11 casos de dengue e 2 casos de chikungunya. Até o momento, em 2023, não houve novos casos confirmados no município, o que não dispensa os cuidados em não deixar água parada, que é onde o mosquito de reproduz.

Já em Minas Gerais, conforme o Boletim Epidemiológico de Monitoramento dos casos da Secretaria de Saúde (SES/MG), divulgada na última segunda-feira, 13, Minas Gerais tem 7.912 casos positivos de dengue, três óbitos confirmados e 10 em investigação; 2.966 casos confirmados de Chikungunya e 1 óbito em investigação; e 1 caso confirmado para Zika Vírus.

É preciso ter atenção com os focos do mosquito e colocar na rotina cuidados básicos, como não deixar água parada, manter caixas d’água e tonéis bem fechados, além de manter a limpeza do quintal, ralos limpos e com aplicação de tela, cuidado com as águas acumuladas na área de serviço.